Postagens

Mostrando postagens de 2011

Encontro inevitável

Imagem
Há um encontro que o homem tem uma só vez na vida, inescapável, inevitável: a morte. Ela vem para tirar a vida física, e vem sem perguntar quem é a vítima. Não há quem possa dizer:"Á morte não é para mim." 

Urge estar preparado!(Hb 9:27-28)

Pequeno vazamento faz navio afundar

Imagem
É interessante como não damos atenção às pequenas coisas e, é justamente por elas que nos perdemos na maior parte do tempo.

OVELHA PERDIDA, DRACMA PERDIDA, FILHO PRÓDIGO - INOCÊNCIA, IRRESPONSABILIDADE E AUTO-ESCOLHA.

Imagem
"Deus se entristece com a saída do filho, mas não se move dos portões a espera do retorno".

INOCÊNCIA, IRRESPONSABILIDADE E AUTO-ESCOLHA.
Texto por Marvel Souza

Encontramos em Lucas 15 uma série de parábolas (ovelha perdida, dracma perdida e filho pródigo) contadas por Jesus, que nos permitem a seguinte reflexão:
Parábola da ovelha perdida: Jesus descreve a atitude do Pastor para com as ovelhas e, em especial, para com a ovelha perdida, que inocentemente se afasta do rebanho e acaba se perdendo, caindo em perigo. A ovelha é considerada um dos animais que mais depende de cuidados . Esta parábola nos faz refletir sobre àqueles que se perdem da fé por falta de discernimento e maturidade espiritual. Ela é a imagem da inocência.Parábola da dracma perdida:A dracma correspondia a cerca do salário de um dia, talvez indicasse que a mulher fosse casada (fazia parte de um conjunto de dez dracmas que eram penduradas no véu da noiva). A dracma deveria estar sob a responsabilidade daquela mul…

Todos carecem da graça de Deus

Imagem
“Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus (...)” (Rm 3:23). A situação do homem a partir do ponto de vista dispensacionalista passa por mudanças que afetaram diretamente seu relacionamento com Deus, negativamente. Segundo a idéia que temos sobre o primeiro estado do homem, havia um contato direto entre a criatura e o Criador (Gn 3:8); isso porque esse relacionamento era regido pela inocência – “ausência de malignidade no coração do homem”. A total obediência a Deus impedia o acesso do mal, no entanto, a permissão ocorreria com a inobservância dos preceitos Divinos (Gn 2:16-17), essa traria como consequência a morte. É justamente aqui que passamos a ver com clareza a necessidade da intervenção Divina para que o homem consiga reaver tudo que perdeu.“(...) por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte ...” (Rm 5:12) .A analogia proposta por Paulo entre a pessoa de Jesus e Adão revela a semelhança no fato de suas ações terem afetado muitas pessoas – “a morte passo…